sábado, 31 de dezembro de 2011

Feliz 2012!


feliz ano novo 2012



v4orkut.com

Desejo a todos um Feliz 2012! Que possamos continuar firmes no caminho do Senhor, crescendo em graça e conhecimento, aquele que esta desviado se volte e ao perdido Jesus te ama e quer te salvar.

Dica Literária para a Lição Bíblica - A Verdadeira Prosperidade



Esse foi o único livro que encontrei que aborda o assunto da Teologia da Prosperidade, o conteúdo é muito bom, o autor aborda os antecedentes históricos, os principais ensinos, respostas a tais ensinos, a cosmologia da Prosperidade e a espiritualidade do Evangelho da Prosperidade, cita trechos de publicações e de livros dos pregadores da Teologia da Prosperidade para analisarmos. Alan Pieratt é PhD, da faculdade Teológica Batista de São Paulo.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Lição 01 - O Surgimento da Teologia da Prosperidade – 1º Trimestre de 2012 – (Parte 1)



1. RAIZES DA TEOLOGIA DA PROSPERIDADE


Para entender o surgimento da Teologia da Prosperidade, é preciso conhecer um pouco da história de Phineas Parkhurst Quimby (1802-1866), criador do chamado “Novo Pensamento”.

Novo Pensamento ou Movimento Novo Pensamento é um movimento espiritual que eclodiu nos Estados Unidos no final do século XIX e que enfatiza crenças metafísicas. Ele consiste de um grupo livremente formado por denominações religiosas, organizações seculares, autores, filósofos, e indivíduos que compartilham um conjunto de crenças metafísicas referentes aos efeitos do pensamento positivo, Lei da atração, cura, força vital, visualização criativa e poder pessoal. Tal corrente de pensamento promove a idéia de que Deus tem o dom da ubiqüidade, que o espírito é a totalidade das coisas reais, que a verdadeira natureza humana é divina, que o pensamento divino é uma força para o bem, que todas as doenças se originam da mente, e que o 'pensamento certo' tem um efeito regenerador.
Quimby estudou espiritismo, ocultismo, parapsicologia e hipnose e, além de panteísta e universalista, acreditava também que o homem tem parte na divindade.

  Mary Baker Eddy (1821-1910), Apesar de ter sido recebida como membro da Igreja Congregacional, foi influenciada por um "curandeiro" popular chamado Fineas Quimby que anunciava um novo método de curar os enfermos, não pela medicina, mas ensinando aos enfermos a natureza de seu mal. Dizia-lhes que podiam curar-se por seu estado mental. Mary procurou Fineas Quimby a fim de buscar alívio para seus males crônico. Este lhe disse que ela não tinha nada de enferma. O que se passava com ela era que seu espírito refletia a angústia sobre o corpo.

Depois da morte de Quimby, Mary sentiu-se inspirada a repartir com outros o que havia descoberto. Em 1875 publicou o livro que chegou a ser a autoridade suprema na religião que ela fundou. Chama-se "Ciência e Saúde como Chave das Escrituras". Mary ia além das teorias de Quimby, pois negava a existência não somente da enfermidade, mas da própria matéria. Afirmava que toda aparência de matéria ou de experiência mortal é somente uma ilusão, um sonho. Em realidade tudo o que existe é Deus. Ele é tudo em tudo. Nosso espírito é uma parte dele, e portanto, bom. Não há tal coisa como pecado ou morte. Deve-se aplicar a "ciência cristã" e negar tais ilusões para que desapareçam essas idéias errôneas. Esse é o ensino básico que ela apresentava. Em 1879, fundou A Igreja de Cristo Cientista que ficou conhecida como Ciência Cristã.

 Essek William Kenyon  nasceu no condado de Saratoga em Nova York, Estados Unidos, no ano  de 1867. Em 1892, mudou-se para Boston, onde freqüentou várias escolas, entre elas a Faculdade Emerson de Oratória, fundada por Charles Emerson. Esse Charles Emerson, segundo se sabe, foi um pensador confuso com tendências sincretistas, que chegou a abraçar inclusive muitos ensinos de seitas heréticas, como por exemplo a Ciência Cristã, que à bem da verdade, não é nem ciência nem cristã.
Em Super Crentes, O professor do Makenzie e apologista da AGIR, Paulo Romeiro, escreve o seguinte acerca de Emerson:

 “Charles Emerson foi uma figura um tanto controversa. Em seus 40 anos de ministério, a teologia de Emerson evoluiu do congregacionalismo para o universalismo, para o unitarismo, para o transcendentalismo, para o Novo Pensamento (Nova Idéia), e terminou, finalmente, nas mais rígidas e dogmáticas de todas as seitas metafísicas, a Ciência Cristã. Emerson uniu-se à Ciência Cristã em 1903 permaneceu envolvido com essa seita até sua morte, em 1908. Sua conversão à Ciência Cristã foi a última progressão lógica na sua evolução metafísica do ortodoxo para o sectário”.


Kenyon é o pai de uma expressão que se desdobrou com o tempo. É dele a frase o que eu confesso, eu possuo. É o embrião da Confissão Positiva. No dia 19 de março de 1948, com a idade de 80 anos, Kenyon faleceu, mas antes de sua morte, encarregou sua filha Rute de continuar o seu ministério e publicar os seus escritos, o que ela cumpriu fielmente. Mais tarde, alguém utilizaria as idéias e os escritos de Kenyon para dar forma ao que viria a ser um dos maiores e mais controvertidos movimentos dentro do corpo de Cristo da atualidade. Esta pessoa é o já citado Kenneth Erwin Hagin.


Nasceu prematuramente em 1918, psando menos de um quilo.  Parece que isso o deixou com uma lesão congênita no coração nunca exatamente diagnosticada. É certo que ele foi frágil e doente em sua infância, vítima de freqüentes acessos de desmaio. Quando tinha seis anos de idade, seu pai abandonou a família, e Hagin tornou-se um jovem irritadiço e revoltado. Sua mão não conseguiu suportar as pressões e entrou em completo colapso físico e mental. Ele passou o restante de sua juventude com os avós. A história de Kenneth Hagin é cheia de supostas aparições, revelações e experiências místicas, dentre as quais duas delas teriam afetado toda a sua vida e ministério. Hagin diz ter sido “levado ao inferno”, onde supostamente viu e sentiu coisas que o deixaram perplexo. Hagin conta ter descido outras duas vezes “ao inferno” para ali contemplar os seus horrores, sendo assim levado a tomar uma decisão quanto a sua vida espiritual. Depois da terceira “visita ao inferno”, Hagin aceitou a Cristo como seu Salvador.


No início do seu ministério, entre 1934 e 1937, Hagin foi um jovem pregador batista e pastoreou uma igreja da comunidade onde morava. Devido à sua crença em cura divina, começou a associar-se com os pentecostais e em 1937, recebeu o batismo com Espírito Santo e falou em línguas. Neste mesmo ano foi licenciado como ministro da Assembléia de Deus, na qual permaneceu de 1937 a 1949, havendo pastoreou várias igrejas dessa denominação no Estado do Texas. Tendo passado por essas duas denominações, finalmente fundou, em 1962, seu próprio ministério.


Uma interpretação do evangelho, nova e extremamente atrativa, cruzou as fronteiras para invadir o cristianismo brasileiro. Ela tem recebido vários nomes, a saber: “Palavra da Fé”, “Ensino da Fé”, “Confissão Positiva” ou “Evangelho da Prosperidade”. À semelhança do conhecido evangelho, ele proclama boas novas. Mas as novas não são que temos o perdão dos pecados e paz com Deus por meio de Cristo. São de que podemos ter a solução de nossos problemas e viver com saúde e prosperidade. Esta mudança no conteúdo da esperança cristã, passando do porvir para o aqui e agora, tem conseqüências de tão grande alcance que o nome “evangelho da prosperidade” parece apropriado.

O pentecostalismo não foi o pai desse novo evangelho, embora talvez possa ser chamado de padrasto, por causa da forma como o abraçou e seguiu seus ensinos. Então, a primeira pergunta que se levanta é por que as denominações pentecostais têm sido mais abertas a esse ensino do que qualquer outro grupo protestante. A resposta parece estar na tendência que elas têm de aceitar dons de profecia e profetas dos dias atuais que afirmam exercer esses dons.

O núcleo conceptual do evangelho da prosperidade está numa cosmovisão que remonta não à doutrina pentecostal, ma a alguns movimentos heterogêneos do início do século XX conhecidos com “seitas metafísicas” (McConnell, 1988)
                      

Bibliografia:
Alan B. Pieratt, O Evangelho da Prosperidade, Ed Vida Nova.



Sinais de Uma Igreja Viva




Por: John Stott



Como é uma igreja viva?

É natural que para responder esta pergunta, voltemos ao relato de Pentecostes no livro de Atos. É bom que sejamos realistas na leitura. Costumamos ver a igreja primitiva com uma atitude idealista, romântica. Nos maravilhamos com seu ímpeto evangelístico, seu impacto transformador no mundo. Falamos dela com admiração, como se não tivesse defeito; nos esquecemos as heresias, as hipocrisias, as rivalidades e imoralidades que perturbavam a igreja primitiva tanto quanto a perturba hoje. Contudo, existe algo evidente: essa igreja primitiva em Jerusalém foi profundamente renovada pelo Espírito Santo. Qual era a evidência da presença e do poder do Espírito Santo? Se pudermos responder esta pergunta, poderemos também responder outra: Qual é a evidência da presença do Espírito Santo na igreja de hoje?Lucas descreve quatro marcas de uma igreja cheia do Espírito. Esses são traços que deveriam caracterizar a toda igreja aberta para a presença e o poder do Espírito Santo.


segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Crentes Desviados no ORKUT e no FACEBOOK






Por: Eduardo Pereira



Cada vez mais cresce o numero de pessoas que se dizem evangélicas, crentes, cristãos etc. que estão nas redes sociais, o interessante é que alguns têm mostrado uma atitude diferente das do padrão bíblico: pornografias e palavrões digitados, fotos com gestos obscenos, e inclinação ao álcool.
A Bíblia diz:

"Portanto santificai-vos, e sede santos, pois eu sou o SENHOR vosso Deus."  (Levítico 20:7)

"Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver;"  (I Pedro 1 : 15)

"Porque não nos chamou Deus para a imundícia, mas para a santificação." (I Tessalonicenses 4 : 7)

Querido leitor se você tem vivido dessa forma arrependa-se Cristo te chamou para a santificação, para ser sal da terra e luz do mundo, você é uma carta aberta diante de uma multidão e como autentico seguidor de Cristo você tem que mostra os frutos do Espírito.
A Bíblia diz que aqueles que querem preservar a aparência são sepulcros caiados:

"Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda a imundícia." (Mateus 23 : 27)

Devemos ser santos em toda a maneira de viver, no trabalho, na escola, na faculdade, em casa etc. para que a luz de Cristo que esta em nós resplandeça.



domingo, 25 de dezembro de 2011

26/12/2011 - COMADALPE Promove Cantata Natalina


Pão e Circo na Igreja

Por: Eduardo Pereira

Em uma palestra que participei ouvi o palestrante dizer que o povo gosta de pão e circo, a principio não entendi muito bem, então fui pesquisar:
Panem et circenses [ludos] é a forma acusativa da expressão latina panis et circenses [ludi], que significa "pão e jogos circenses", mais popularmente citada como pão e circo. Esta foi uma política criada pelos antigos romanos, que previa o provimento de comida e diversão ao povo, com o objetivo de diminuir a insatisfação popular contra os governantes.
Espetáculos sangrentos, como os combates entre gladiadores, eram promovidos nos estádios para divertir a população; nesses estádios, pão era distribuído gratuitamente.
Percebo que a filosofia “Pão e Circo” Pão= comida, Circo= diversão e entretenimento, tem invadido a igreja. Cada vez mais esse metodo tem sido utilizado para atrair ou segurar pessoas na igreja, é festa disso, festa daquilo, aniversários e mais aniversários... Amanhã vira para o culto a cantora ou cantor fulano de tal. É incrivel como a igreja enche, pessoas vem de longe.
Não estou fanzendo apologia a não se fazer um aniversário ou festa ou de trazer um cantor, quero alertar sobre o modo como estão fazendo, e da forma como estão invertendo os valores dando mais importancia a tais coisas, onde esta o povo nos dias de estudos biblicos?, onde esta a membresia nos cultos de doutrina?, onde esta o desejo e a sede de ouvir um pregação biblica? Os cultos de oração estão vazios.
"Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo." (Romanos 14 : 17)


 

sábado, 24 de dezembro de 2011

25/12/2011 O Blog Completa 1º Ano










  
Quero agradecer a todos os 63 membros do blog, e a todos que tem nos visitado e deixado seus comentários, nosso objetivo e melhorar cada dia postando: reportagens, estudos e comentários sobre o que acontece em nosso meio, que Deus abençoe a todos, Feliz Natal!

Esse Blog recebeu visitas de:

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

No dia 24 e 25 de Dezembro diga NÃO ao Papai Noel

No dia 24 e 25 de Dezembro você que é Cristão diga não a mentira, diga NÃO ao Papai Noel.

O Natal e o Nome do Menino


Por Augustus Nicodemus Lopes

"Ela dará à luz um filho e lhe porás o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos pecados deles" (Mateus 1:21).

De acordo com o relato acima do Evangelho de Mateus, o nome de Jesus Cristo foi dado pelo anjo Gabriel quando anunciou seu nascimento a José, desposado com a virgem Maria.  Gabriel não somente disse que Maria estava grávida pelo Espírito Santo de Deus como orientou José a chamar o filho de "Jesus". 

A razão para este nome, cuja raiz em hebraico significa "salvar," é que aquele menino, filho de Maria e Filho de Deus, haveria de salvar o seu povo dos seus pecados, conforme anunciou o anjo.
Não precisamos ir mais longe do que isso para entender o significado do Natal. Está tudo no nome do Menino. No nome dele, Jesus, temos a razão para seu nascimento, a sua identidade e a missão de sua vida. Em outras palavras, aquilo que o Natal realmente representa.

A razão do seu nascimento é simplesmente esta, que somos pecadores, estamos perdidos, não podemos resolver este problema por nós mesmos e precisamos desesperadamente de um Salvador, alguém que nos livre das consequências passadas, presentes e futuras dos nossos erros. Deus atendeu nossa necessidade escolhendo um homem como nós para ser nosso representante e Salvador, alguém que partilhasse da nossa humanidade e fosse um de nós. Esse homem nasceu há dois mil anos naquela manjedoura da cidade de Belém, num pais remoto, lá no Antigo Oriente. E ganhou o nome de Jesus por este motivo.

Sua missão era assumir nosso lugar como nosso representante diante de Deus e sofrer todas as consequências de nossos pecados, erros, iniqüidade, desvios e desobediências. Em vez de castigar-nos com a morte eterna, como merecemos, Deus faria com que ele a experimentasse em nosso lugar, que ele experimentasse toda dor e sofrimento conseqüentes dos nossos pecados. Essa missão foi revelada logo ao nascer pelo anjo Gabriel ao recitar seu nome a José: Jesus.

Para nos salvar de nossos pecados, ele teria de sofrer e morrer, ser sepultado, ficar sob o domínio da morte e desta forma pagar inteiramente nossa dívida para com Deus. Somente assim poderíamos ser salvos das consequências eternas de nossa desobediência. Mas, para que os benefícios de seu sofrimento e de sua morte pudessem ser transferidos a outros seres humanos, ele não poderia ter pecado ou culpa pois, senão, ao morrer, estaria simplesmente recebendo o salário do seu próprio pecado. Mas, se ele fosse inocente, sem pecado e perfeito, sua morte teria valor para os pecadores. Por este motivo, ele foi gerado pelo Espírito Santo no ventre de Maria, ainda virgem, Filho de Deus, sem pecado. O Salvador tinha que ser Deus e homem ao mesmo tempo.

Quando um colunista, que objeta ao nascimento sobrenatural de Jesus, escreveu recentemente em um jornal de grande circulação de São Paulo que virgens não dão à luz todos os dias, ele estava mais certo do que pensava. Esse é o único caso. Jesus é único. Deus e homem numa só pessoa. Nem antes e nem depois dele virgens engravidam sobrenaturalmente. Da mesma forma que Deus não cria mundos todos os dias, também não gera salvadores de virgens cotidianamente. Pois nos basta este.

O famoso teólogo suíço Emil Brunner disse que todo homem tem um problema no passado, no presente e no futuro. No passado, culpa. No presente, medo. E no futuro, a morte. Jesus nos salva de todas estas consequências do pecado: nos perdoa da culpa de nossos erros passados, nos livra no presente do medo ao andar conosco e nos livrará da morte pois ressurgiu dos mortos e vive à direita de Deus. Um dia haverá de nos ressuscitar.

É isto que o Natal representa. É por isto que os cristãos o celebram com tanta gratidão e alegria. Nasceu o Salvador. Nasceu Jesus!  Como este anúncio alegra o coração daqueles que têm culpa, sentem medo e sabem que vão morrer!
 Fonte: http://tempora-mores.blogspot.com/

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

1º Trimestre de 2012 - A Verdadeira Prosperidade - A vida Cristã Abundante




01 – O Surgimento Da Teologia Da Prosperidade
02 – A Prosperidade No Antigo Testamento
03 – Os Frutos Da Obediência Na Vida De Israel
04 – A Prosperidade No Novo Testamento
05 – A Bençãos De Israel E O Que Cabe A Igreja
06 – A Prosperidade Dos Bem-Aventurados
07 – Tudo Posso Naquele Que Me Fortalece
08 – O Perigo De Quer Baganhar Com Deus
09 – Dízimo E Oferta
10 – Uma Igreja Verdadeiramente Próspera
11 – Como Alcançar A Verdadeira Prosperidade
12 – O Propósito Da Verdadeira Prosperidade



Comentarista:

JOSÉ GONÇALVES
Pr. José Gonçalves
Escritor, articulista e conferencista, pastor auxiliar em Teresina, Piauí; graduado em Teologia pelo Seminário Batista de Teresina e em Filosofia pela Universidade Federal do Piauí. Ensinou grego, hebraico e teologia sistemática na Faculdade Evangélica do Piauí. É comentarista de Lições Bíblicas da Escola Dominical da CPAD e autor dos livros: Por que Caem os Valentes (CPAD); As Ovelhas Também Gemem (CPAD); Defendendo o Verdadeiro Evangelho (CPAD) e co-autor do livro: Davi – as vitórias e derrotas de um homem de Deus (CPAD); A Prosperidade à luz da Bíblia (CPAD); Rastros de Fogo – o que diferencia o pentecostes bíblico do neopentecostalismo atual (CPAD) e Missões: o mundo pede socorro! (Ed. Halley). É presidente do Conselho de Doutrina da Convenção Estadual das Assembléias de Deus no Piauí e vice-presidente da Comissão de Apologética da CGADB.
Fonte: http://prjosegoncalves.blogspot.com/

Amnésia Cristã

  
Por: Eduardo Pereira

É incrível como o povo tem se esquecido de datas como o dia da Bíblia (2º domingo de Dezembro), uma data que deveria ser lembra e bem comemorada por nós cristãos, pessoas doaram suas vidas para escrever, preservar, traduzir e transmitir. Ela é a palavra de Deus deixada para os homens, nossa bussola, lâmpada, alimento, etc.
Percebo que não apenas o dia da Bíblia esta entrando no esquecimento, mas também outras datas como o dia da Reforma Protestante (31 de Outubro), se você perguntar quem foi Martinho Lutero na igreja pasme 90% não sabem ou ouviram falar de relance, e se não quiser ficar mais decepcionado não pergunte quantas teses foram afixadas na porta da Igreja em Wittemberg.
O negócio é sério, as véspera da comemoração do Natal quantos cristãos vão encher suas casas de arvores e com fotos de Papai Noel, ah! e ainda vão levar seus filhos ao Shopping Center para tirar foto com Papai Noel, sei que o clima é harmonioso, mais não da para compactuar com a mentira e o engano, a verdade bíblica tem que ser vivida "Escolhi o caminho da verdade; propus-me seguir os teus juízos."  (Salmos 119 : 30)
Que possamos reverter esse quadro de amnésia vivida pela Igreja, lembrando e comemorando de forma correta cada data (Páscoa, Natal, dia da Reforma, dia da Bíblia etc.) trazendo o significado, sua importância e verdades para nossa edificação continua.

"Eu me lembrarei das obras do SENHOR; certamente que eu me lembrarei das tuas maravilhas da antiguidade." (Salmos 77 : 11)

Pr.Roberto José anuncia em reunião projeto do Centro de Convenções da Igreja em Abreu e Lima - PE.





















Fotos:Ev.Jailson Trajano
 

Na tarde do dia 10 de dezembro de 2011, o Pr. Roberto José dos Santos Pres. Da Igreja Assembléia de Deus em Abreu e Lima - PE e COMADALPE, em reunião ministerial iniciada no templo sede, convidou o ministério para se conduzir a outro local e lá anunciou para todos os obreiros presentes que no terreno onde estavam pisando será as futuras instalações do Centro de Convenções , o mesmo iniciado e projetado nos dias do Pr. Isaac Martins que seria construído em Paulista, agora dando continuidade a este projeto será construindo em Abreu e Lima em uma área de quase 30.000 m2, que terá o nome o saudoso Pastor idealizador Pr. Isaac Martins Rodrigues que de inicio terá lugar para 30 mil pessoas sentadas.
Momento marcado com muita alegria no Espírito, adoração e agradecimento a Deus por mais uma vitória concedida a Igreja pelo Senhor Jesus.
Por jailson Trajano.
Fonte: http://www.jailsontrajano.com/

sábado, 10 de dezembro de 2011

11/12/2011 - 2º Domingo de Dezembro - Dia da Bíblia

Eis ai um dos melhores documentários sobre a Bíblia , espero que gostem.



sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

PL 122 está de volta: o que pode fazer o justo?

 
O PL 122 será, finalmente, votado no Senado Federal, na próxima quarta-feira (07/12). Ele pode ser definitivamente sepultado ou aprovado. Esse projeto de lei é anticonstitucional, isto é, contrário ao direito constitucional da livre expressão do pensamento.

Ao propor a ampliação do leque de crimes de discriminação ou preconceito, o PL 122 contribui para o surgimento de uma super-raça, baseada na orientação sexual. Em outras palavras, discriminação ou preconceito motivados por raça e orientação sexual seriam colocados no mesmo bojo. E isso, sem dúvidas, é uma tentativa de dar, à luz do contexto, aos homossexuais o status de “raça superior”.

Seria a orientação sexual de uma pessoa tão prioritária quanto a sua raça? Claro que não! Afinal, as pessoas nascem brancas, negras, etc. Não há comprovação científica de que alguém já nasça homossexual, a despeito de muitos estudiosos simpatizantes do homossexualismo estarem afirmando isso.

As punições para quem “discriminar” alguém por causa de sua orientação sexual, previstas no PL 122, são pesadíssimas. Vejamos uma parte do projeto que afetará diretamente as igrejas evangélicas: “Art. 5º. Impedir, recusar ou proibir o ingresso ou a permanência em qualquer ambiente ou estabelecimento público ou privado, aberto ao público: Pena: reclusão de 1 (um) a 3 (três) anos”.

Outro exemplo: “Art. 8ºA. Impedir ou restringir a expressão e a manifestação de afetividade em locais públicos ou privados abertos ao público, em virtude das características previstas no art. 1º desta Lei: Pena: reclusão de 2 (dois) a 5 (cinco) anos”.

Agora, veja isto: “Art. 20º. Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião, procedência nacional, gênero, sexo, orientação sexual e identidade de gênero: § 5º O disposto neste artigo envolve a prática de qualquer tipo de ação violenta, constrangedora, intimidatória ou vexatória, de ordem moral, ética, filosófica ou psicológica”.

Em outras palavras, o simples fato de um escritor evangélico expor o seu pensamento contrário ao homossexualismo já será considerado crime (homofobia), pois a lei, se aprovada, envolverá “a prática de qualquer tipo de ação... filosófica”. Qualquer homossexual terá elementos para processar o escritor tão-somente porque ele discorda, filosoficamente, do homossexualismo.

“Na verdade, que já os fundamentos se transtornam; que pode fazer o justo?” (Sl 11.3). Além de orarmos, podemos protestar contra o PL 122, enviando e-mails para os senadores que participarão da votação. A despeito de o Senhor Jesus ter previsto que os seus seguidores sofreriam oposição por causa do seu nome, é nosso dever como cidadãos protestar pacificamente contra quaisquer ações contrárias à Constituição Federal, principalmente as que nos afetam diretamente.

Caro internauta, envie e-mails para os senadores e deixe claro por que não concorda com a aprovação do PL 122:

ana.rita@senadora.gov.br;
martasuplicy@senadora.gov.br;
paulopaim@senador.gov.br;
wellington.dias@senador.gov.br;
cristovam@senador.gov.br;
crivella@senador.gov.br;
simon@senador.gov.br;
eduardo.amorim@senador.gov.br;
garibaldi@senador.gov.br;
sergiopetecao@senador.gov.br;
paulodavim@senador.gov.br;
clovis.fecury@senador.gov.br;
mozarildo@senador.gov.br;
gim.argello@senador.gov.br;
magnomalta@senador.gov.br;
marinorbrito@senadora.gov.br.


Ciro Sanches Zibordi
Fonte: http://cirozibordi.blogspot.com/

Câmara dos Deputados Promove Sessão Solene em Homenagem à SBB e ao Dia da Bíblia



A Câmara dos Deputados realizará, no próximo dia 05 de dezembro, uma Sessão Solene no Plenário da Câmara, em Brasília (DF) em homenagem aos 100 milhões de Bíblias impressas pela Sociedade Bíblica do Brasil (SBB).
O evento também homenageará o Dia da Bíblia, comemorado no segundo domingo de dezembro. A instituição receberá um exemplar da edição da Bíblia comemorativa desta conquista inédita pelo seu presidente de honra, Dr. Aldo Fagundes.
De acordo com a assesoria de impressa da instituição, presentes no evento incluem: autoridades do governo, civis e religiosas, além de representantes de igrejas cristãs.
A SBB comemora o número de 100 milhões de Bíblias que foi contabilizado desde 1995, quando a Gráfica da Bíblia, instalada na Sede Nacional da SBB, em Barueri (SP), foi inaugurada.
A Bíblia, que ganhou edição comemorativa símbolo dessa marca mundialmente inédita, é composta por duas traduções: a histórica Tradução Brasileira, de 1917, a primeira a ser feita totalmente no Brasil; e a Nova Tradução na Linguagem de Hoje, lançada no ano 2000 e pioneira ao trazer o conteúdo bíblico em uma linguagem mais simples e fácil de ser compreendida pela população brasileira.
Para o dia da Bíblia 2011 que se comemora em 11 de dezembro, haverá “A Bíblia para o Jovem” como o tema que vai orientar as celebrações desse dia.
O Dia da Bíblia foi Criado em 1549, na Grã-Bretanha pelo Bispo Cranmer e começou a ser celebrado no Brasil em 1850, quando chegaram da Europa e EUA os primeiros missionários evangélicos.
A Sessão Solene em homenagem à SBB, de autoria do Deputado Roberto de Lucena, será transmitida ao vivo pela TV Câmara para todo o Brasil e também via internet, pelo site

A ovelha




Por : Eduardo Pereira




Suas peculiaridade

Há mais de 500 referências a ovelhas nas Escrituras, ovelhas e cabras foram os principais animais na economia de Israel ao longo da história, especialmente durante o período patriarcal (Gn 46.32). Davam leite (Dt 32.14), carne, lã, e até sua pele e ossos eram usados. Com sua lã teciam-se panos que atendiam a diversas necessidades, e seu couro tinha muitos usos, inclusive o de coberta de tendas (Êx 26.14). Então podemos listar as principais caracteristicas de uma ovelha abaixo:

·         Mamifero
·         Vive em rebanho
·         Peso medio 50Kg na fase adulta
·         Fonecendo entre 4 a 12 Kg de lã a cada tosquia
·         Podem viver até 16-18 anos


Simbolo de riqueza

O numero de ovelhas criadas nos tempos antigos era extraordinário, a riqueza de uma pessoa era medida pelo tamanho de seus rebanhos (1Sm 25.2). Abraão tinha um grande rebanho (Gn 12.16), e os rebanhos de Jacó e seus filhos eram tão grandes que pastavam desde Hebrom até Dotã (Gn 37.12-17). Mesa, rei dos moabitas, pagava um tributo (anualmente) com 100.000 carneiros (2Rs 3.4). Rúben levou 250.000 ovelhas dos hagarenos (1Cr 5.21). Tutmés III roubou 20.500 ovelhas de Megido (ANET, p. 237). A familia do rei Salomão consumia 100 ovelhas por dia.


Sua utilidade no AT

O primogênito dos rebanhos pertencia a Iavé (Êx 13.12; Dt 15.19), e o dízimo do rebanho era entregue a ele (Lv 27.32). A ovelha permanecia sete dias com a mãe, antes de ser apresentada ao oitavo dia (Êx 22.30 [29]). Além disso as ovelhas serviam para varios tipos de sacrifícios. Seu lugar de maior destaque era no dia da páscoa. Um cordeiro de um ano de idade, sem defeito algum, era oferecido em sacrifício para cada família (Êx 12.5 e s. ). O animal podia ser um cordeiro ou um cabrito. Além disso, eles eram oferecidos em holocausto (Lv 1.10), ofertas pelo pecado (Lv 5.6), ofertas pela culpa (Lv 5.15) ou ofertas pacíficas (Lv 3.6). Deviam ser escolhidos animais sem defeito algum, havendo tolerância de pequenas imperfeições no caso de ofertas voluntárias (Lv 22.21-25). Se Israel fosse fiel à aliança, Deus prometeu abençoá-lo; essa benção incluia o crescimento dos rebanhos (Dt 7.13; 28.4); de outro lado, se fosse desobediente, parte da maldição seria a perda dos rebanhos (Dt 28.18, 31, 51).



A ovelha figura de linguagem do povo de Deus

Ovelhas frequentemente servem de símbolo do povo de Deus (Nm 27.17; Sl 95.7; 100.3; Ez 34.31; Jo 21.15). A figura de linguagem indica que o povo é ingênuo e deve ser conduzido e protegido por um pastor compassivo (Sl 100.3). As ovelhas, de sua parte, têm a responsabilidade de atender à voz de seu senhor (Sl 95.7). Quando se desviam, devem confessar o erro e voltar para o Senhor (Is 53.6).



Bibliografia:

As Parábolas de Lucas, Kenneth Bailey, ed. Vida Nova
Dicionário Bíblico Wycliffe, ed. CPAD
Dicionário VINE, ed. CPAD
Dicionário Internacional de hebraico, ed. Vida Nova

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

"OLHE PARA O SEU IRMÃO E DIGA..."


Se os pregadores entendessem o que é ser um mensageiro de Deus, abandonariam essa prática de querer criar um "clima" propício para falar. E claro que, do ponto de vista humano, prender a atenção do povo desde o início da pregação é uma tarefa muito difícil. Daí, o pretexto deles preferirem interagir com o público.
Os recursos empregados pelos animadores de auditório são muitos. Mandam os irmãos profetizarem uns aos outros, pedem para se abraçarem, contam uma piadinha para descontrair ou empregam gracejos do tipo: "Quem achou, diga amém. Quem não achou, diga misericórdia".
Diante de tantos artifícios e de tamanha artificialidade, pergunto: E a obra que cabe ao Espírito Santo? O mensageiro de Deus não deve ser um animador ou motivador! Sua missão é transmitir a mensagem com temor e seriedade. E o Espírito Santo se encarregará de introduzir a Palavra nos corações.
Não é preciso pedir para o povo levantar a mão ou glorificar a Deus, salvo exceções. Tudo deve ser espontâneo, a menos que haja uma circunstância especial.

Fonte: Erros que os pregadores devem evitar, Ciro Sanches Zibordi

Pastor do sertão cearense faz apelo aos telepregadores da prosperidade



sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Lição 8 - A Organização do Serviço Religioso - 4º Trimestre de 2011


Queridos irmãos estou sem tempo para postar os comentários, devido a provas e trabalhos na faculdade, click no linck e você será direcionado: http://www.altairgermano.net/2011/11/organizacao-do-servico-religioso.html